AGN e SEMJIDH discutem cooperação para oferecer crédito à juventude em meio à crise do Covid-19 no RN

AGN e SEMJIDH discutem cooperação para oferecer crédito à juventude em meio à crise do Covid-19 no RN
12 maio 2020

Após a anunciar instrumentos para financiar atividades nas áreas de Cultura, Turismo e Agricultura Familiar, a Agência de Fomento do Rio Grande do Norte (AGN-RN) está em fase final de construção de um termo de cooperação com a Secretaria de Estado das Mulheres, da Juventude, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos (SEMJIDH) para oferecer crédito para jovens potiguares em condições especiais. A expectativa é de que este instrumento esteja disponível ainda neste mês de maio.

Microempreendedores formais e informais da zona urbana e rural do estado com idade entre 18 e 29 anos poderão buscar o CredJovem Emergencial COVID-19. Para tanto, será necessário passar por cadastro e triagem a ser realizado pela SEMJIDH, bem como, participar de capacitação e acompanhamento da execução do plano de negócio.

De acordo com a diretora-presidente da AGN, Márcia Maia, o propósito é oferecer condições de competitividade e manutenção do negócio durante a pandemia de COVID-19 a fim de minimizar os prejuízos decorrentes da crise no cenário econômico atual, bem como, garantir acesso ao crédito bancário no sistema financeiro a partir da AGN.

“Sabemos que grande parte dos novos empreendedores são jovens, especialmente pela dificuldade em conseguir seu primeiro emprego, num cenário de crise e que encontram no empreendedorismo uma saída e transformam seus talentos em negócios. Por isso, estamos nos unindo a SEMJIDH e a subsecretaria da Juventude para construir uma alternativa para dar asas a esses jovens empreendedores garantirem renda e reconhecimento de seus empreendimentos”, afirma Márcia Maia.

A implementação do projeto contará ainda com o apoio e capacitação por parte da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf), para os jovens da zona rural, e do SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, para os jovens empreendedores da zona urbana.

Os jovens poderão obter financiamentos com valores que podem chegar até R$ 12 mil, sendo este o valor máximo para operações realizadas por empreendedores formalizados como Microempreendedor Individual (MEI). Para aqueles que atuam de maneira informal, os financiamentos podem chegar até R$ 3 mil. A carência é de 90 dias para contratos assinados até 30 de junho.

O financiamento é condicionado a análise de crédito do cliente, após triagem pela SEMJIDH. O prazo para quitação das parcelas é de 12 meses para informais e de 24 meses para os profissionais formalizados. A taxa de juros varia de 1,5% a 1,7% ao mês a depender da natureza do financiamento. O cliente que efetuar o pagamento em dia terá um bônus de adimplência, ou seja, os juros serão subsidiados pela própria Agência.

Os jovens que buscarem o financiamento deverão cumprir, dentre outras exigências, o disposto na legislação relacionada a prevenção e combate ao trabalho infantil, trabalho adolescente (salvo na condição de aprendiz) e na condição análogo ao escravo, sob pena de não liberação do crédito.

Para Gabriel Medeiros, Subsecretário da Juventude da SEMJIDH, o momento requer uma atenção para garantia de geração de renda dos jovens. “O momento é bastante difícil e por isso, garantir as condições de geração de renda é uma preocupação central da administração estadual que acerta ao promover essa ferramenta de sustentabilidade dos empreendimentos de jovens potiguares”, afirmou.

Compartilhar

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.

Deixe uma resposta