Amigo dos Bolsonaros, assessor que fez voo exclusivo em jato da FAB ganha novo cargo no Planalto

Amigo dos Bolsonaros, assessor que fez voo exclusivo em jato da FAB ganha novo cargo no Planalto
30 jan 2020

Da Folha:

Destituído pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) da secretaria-executiva da Casa Civil após fazer voo exclusivo em jatinho da FAB (Força Aérea Brasileira), Vicente Santini ganhou novo cargo no Palácio do Planalto.

Amigo da família Bolsonaro, Santini foi nomeado nesta quarta-feira (29) assessor especial da Secretaria Especial de Relacionamento Externo da Casa Civil. A decisão foi tomada após os filhos do presidente intercederem pela permanência do ex-secretário no governo.

Ele terá uma remuneração de R$ 16.944,90 mensais, de acordo com lista de cargos e salários em sites do governo federal, valor cerca de R$ 300 menor do que o da função anterior.

A Secretaria Especial de Relacionamento Externo da Casa Civil foi criada em junho de 2019, quando Bolsonaro transferiu a articulação política da Casa Civil para a Secretaria de Governo. A pasta absorveu duas estruturas anteriores, as secretarias especiais para Câmara e Senado.

De acordo com decreto que regulamenta sua criação, o órgão tem como atribuição assessorar o ministro no relacionamento com representantes de outros poderes e com entes privados, além de “outras atribuições que lhe forem cometidas pelo ministro de Estado”.

O ex-secretário desembarcou nesta quarta em Brasília após acompanhar a comitiva presidencial a Déli, na Índia. Sua nomeação foi assinada por Fernando Wandscheer de Moura Alves, que o substituiu na secretaria-executiva da Casa Civil e responde interinamente pela pasta.

O titular da pasta, Onyx Lorenzoni, está em férias, mas conversou com o presidente e com seus auxiliares para a realocação de Santini.

A destituição de Santini foi anunciada por Bolsonaro na manhã de terça-feira (28), ao desembarcar em Brasília da Índia.

O presidente disse ter sido inadmissível o fato de ele ter usado uma aeronave oficial com apenas três passageiros (ele e duas assessoras) para voar de Davos, onde participava do Fórum Econômico Mundial, para Déli.

“Inadmissível o que aconteceu. Já está destituído da função de executivo do Onyx [Lorenzoni]. Destituído por mim. Vou conversar com Onyx para decidir quais outras medidas podem ser tomadas contra ele. É inadmissível o que aconteceu, ponto final”, afirmou o presidente.

A viagem de Santini em voo da FAB foi divulgada pelo jornal O Globo. O secretário representava Onyx.

Ao dizer na terça-feira que Santini deixaria o cargo de secretário-executivo da Casa Civil, Bolsonaro não excluiu a possibilidade de ele ocupar outras funções no governo federal.

Compartilhar

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.

Deixe uma resposta