Comissão aprova emenda de Rafael Motta que incentiva uso de energia solar em prédios públicos

Comissão aprova emenda de Rafael Motta que incentiva uso de energia solar em prédios públicos
06 jul 2016

A Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (06) a emenda do deputado federal Rafael Motta (PSB), que incentiva a geração de energia renovável, tais como fotovoltaica e eólica, em prédios públicos do Brasil. A proposta deverá ser encartadas na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

Desde 2012, os brasileiros já podem gerar sua própria eletricidade por fontes renováveis, como a energia solar fotovoltaica, reduzindo os custos da conta de luz. Com esta possibilidade o poder público pode dar exemplo à sociedade e incentivar a instalação de sistemas solares, o que irá reduzir suas emissões e economizar parte dos recursos que gasta com a compra de eletricidade para escolas e hospitais.

O parlamentar teve ainda emendas aprovadas em mais duas comissões: Educação e Turismo. Na Comissão de Educação, as emendas visam reestruturar a expansão das Instituições Federais de Ensino Superior, e estruturar a educação básica com a aquisição de material e reformas de escolas.

Já na Comissão de Turismo, as emendas do deputado estão ligadas aos projetos que tem como objetivo melhorar a infraestrutura urbanística dos setores envolvidos com as atividades turísticas, tais como estradas, rodovias, viadutos, orlas fluviais e terminais rodoviários. A outra emenda do parlamentar que visa o desenvolvimento do turismo tem a finalidade de qualificar os profissionais do setor turístico.

Compartilhar

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.

Deixe uma resposta