Deputado Felipe Maia, na tribuna da Câmara, diz que “colocou o nome na história do Brasil”

Deputado Felipe Maia, na tribuna da Câmara, diz que “colocou o nome na história do Brasil”
29 Abr 2016

Em discurso na tribuna da Casa, nesta quinta-feira (28), o deputado Felipe Maia (DEM) destacou que os parlamentares demonstraram responsabilidade com os seus eleitores e com a Constituição Federal ao votarem “sim” pelo afastamento da chefe do Executivo.

“Parabéns aos 367 deputados que mostraram respeito ao ordenamento jurídico, que revelaram sensibilidade com o povo brasileiro, um povo traído, e com o trabalhador que teve os seus direitos e garantias tirados pelo governo do Partido dos Trabalhadores. Tenho orgulho de ter colocado o meu nome na história do Brasil como um deputado que buscou uma luz no fim do túnel, sempre respeitando a Carta Magna. Não sairia naquele domingo sem culpa se não tivesse tentado ajudar o meu país, buscando uma solução para a geração de emprego e almejando um governo que tenha planejamento e execução”, destacou.

 

Para o potiguar, integrantes da base governista assumem o discurso de chamar de “golpe” o processo de impeachment, mas que o fazem seguindo interesses próprio, pois, segundo Felipe Maia, há vários juristas nos quadros dos partidos aliados ao governo. “Essa é a velha e conhecida nuvem de fumaça do PT, que prefere fazer esse velho discurso já desgastado e desrespeitoso com o povo brasileiro. Nos quadros do partido existem vários juristas, profundos conhecedores da lei, e que se fazem de analfabetos jurídicos quando é do seu interesse. Fingem não conhecer a Constituição, a Lei do Impeachment e a Lei de Responsabilidade Fiscal, que trazem em seus artigos o embasamento legal para o pedido. Além disso, foi assinado por Hélio Bicudo, fundador do PT, que o fez em respeito à lei, mas em respeito, principalmente, aos 10 milhões de brasileiros desempregados”, ressaltou.

 

Felipe Maia destacou a falta de compreensão por parte do governo federal com o atual momento jurídico, político e econômico do Brasil. Por isso, segundo o democrata, os quadros do Partido dos Trabalhadores têm sofrido sucessivos desfalques, com a saída de nomes antigos na legenda. “Não quero meter minha colher no prato dos outros, mas está claro que não é apenas o povo brasileiro que se envergonha deste governo. Prefeitos, deputados desta Casa já saíram do PT, mudaram de partido para não manchar sua trajetória política e por terem vergonha de ver esse mar de lama que o Brasil está imerso. Prova disso é o Petrolão, que desviou R$ 50 bilhões dos cofres públicos. Por causa do governo do PT, a Petrobras deixou de ser a segunda maior empresa de energia do mundo para ser a segunda empresa de capital aberto mais endividada da América Latina”, afirmou.

Compartilhar

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.

Comentários

  1. Prezada Anna Ruth!

    O que será que os nossos deputados pensam sobre Eduardo Cunha presidir a Câmara e provavelmente tornar-se Vice Presidente, com tantas acusações de corrupções que pesam em seu desfavor?

    Seria uma prestação de serviço se essa Jornalista perguntasse a cada um parlamentar a opinião sobre isso e postasse aqui nesse espaço, já que até o momento não vi sequer um publicarem alguma nota sobre referido caso.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *