Em reunião do Conselho da Sudene, Governadora defende mais investimentos e desenvolvimento para o Nordeste

Em reunião do Conselho da Sudene, Governadora defende mais investimentos e desenvolvimento para o Nordeste
13 dez 2019

A governadora Fátima Bezerra, acompanhada do secretário estadual de Infraestrutura, Gustavo Coelho, participou da 26ª Reunião do Conselho Deliberativo (Condel) da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), realizada, nesta quinta-feira, 12, no Instituto Ricardo Brennand, em Recife. Presidida pelo Ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, a reunião contou com a presença da governadora em exercício de Pernambuco, Luciana Santos, dos governadores João Azevedo (PB), Belivaldo Chagas Silva (SE), Wellington Dias (PI) e a vice-governadora Izolda Cela (CE). A solenidade marcou a posse do novo superintendente da instituição, o ex-senador Douglas Maurício Ramos, e a homenagem aos 60 anos da Sudene.

Durante a reunião foram discutidos o orçamento do fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e os limites de aplicação por porte do empreendimento, estado e setor. O ministro do desenvolvimento Gustavo Canuto afirmou que o FNE contará com recursos da ordem de R$ 29,3 bilhões disponíveis para crédito em 2020.

De acordo com o presidente do Banco do Nordeste (BNB), Romildo Rolim, os recursos financiarão projetos na área de infraestrutura da região Nordeste que tem grande impacto social. “Estamos construindo esse modelo de financiamento com expectativas muito boas. São 12 anos de planejamento e conforme o dinheiro chegar, daremos andamento ao desenvolvimento desses projetos que são inúmeros”, frisou.

Para o Rio Grande do Norte estão previstos diversos projetos, entre eles a ampliação das BR’s 110 (Areia Branca-Salvador) e 304 (Natal-Fortaleza), a criação da Ferrovia Litorânea ligando as capitais potiguar e baiana, além de obras de segurança hídrica vitais para o estado como a conclusão da barragem de Oiticica, os sistemas adutores Oiticica-Caicó e Armando Ribeiro-Currais Novos – que são parte do Projeto Seridó – e a ampliação dos sistemas adutores Monsenhor Expedito, Maxaranguape, Santa Cruz-Pau dos Ferros e Santa Cruz-Mossoró.

Ao falar em nome dos demais governadores do Nordeste, a governadora Fátima Bezerra destacou a mudança nas regras de financiamento que, por exemplo, interfeririam em obras da infraestrutura com contratos em andamento. “O percentual de limite máximo no âmbito da programação do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste era de até 80% do projeto para as empresas e agora está na programação do FNE o limite máximo de 50%, condicionado também ao capital colocado pela empresa”, explicou Fátima.

A defesa da proposta do Conselho foi para o aumento do limite em até 70% do valor do projeto, sem limitação do capital do investidor ou da área de implantação para que haja continuidade dos investimentos em curso e a ampliação de outros, além de oportunizar mercado para as pequenas e médias empresas. Sensível à proposta, o ministro Gustavo Canuto disse que ela será analisada pela Presidência da República. “Justificando a necessidade de garantir segurança jurídica, manter contratos já estabelecidos e a possibilidade de afastar investimentos estrangeiro, iremos encaminhá-la ao presidente da República”, enfatizou Canuto.

Compartilhar

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.

Deixe uma resposta