Ex-comunista da confiança de Maia, Marcelo Ramos costura pautas do centrão

Foto: Agência Brasil
03 jan 2020

Do Uol:

O que Brasília ensinou aos deputados novatos, em 2019, é que não só de selfie vive um parlamentar. Ao largo das redes sociais, um estreante que aprendeu essa lição é o ex-comunista e fileira do PL (Partido Liberal), Marcelo Ramos, 46. Sob a confiança de Rodrigo Maia (DEM-RJ), ganhou status de articulador, e a presidência das principais comissões da Câmara: a da Previdência e a da 2ª instância.

Na contramão do discurso bolsonarista e de “nova política”, Ramos é figurinha do centrão —grupo informal formado por DEM, PP, PL, MDB, Solidariedade, PSD e Republicanos. Apesar de crítico a Jair Bolsonaro (sem partido), ajudou na aprovação da principal pauta do governo, por “compromisso com o país”.

“Eu tenho uma atitude de defesa da Casa. O cara não desmoraliza o Parlamento na minha frente. Isso gera uma atitude respeitos dos colegas nesse momento de tanta desmoralização da política. Eu gosto da atividade parlamentar”, disse.

O amazonense transfere para a política os hábitos que adquiriu desde pequeno no esporte: treinamentos, metas e estratégias.

“Resolvi entender o funcionamento antes de começar a atuar como deputado: quem eram as pessoas que eu precisava me relacionar, quem tomava as decisões, quais espaços precisava ter no meu partido para ser ouvido. Mas jamais poderia imaginar que aconteceria o que aconteceu no primeiro ano”, relatou.

Ramos joga futebol em um time master, foi membro da equipe amazonense de vôlei e pratica iron man —modalidade que mistura corrida, natação e ciclismo.

Compartilhar

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.

Deixe uma resposta