Laboratório do RN atua em procedimento inédito para uso do plasma em paciente com covid

Laboratório do RN atua em procedimento inédito para uso do plasma em paciente com covid
25 maio 2020

A Unimed João Pessoa é pioneira no uso de plasma de recuperado para tratar covid-19. Neste sábado (23), o Hospital Alberto Urquiza Wanderley, unidade própria da Cooperativa, realizou a primeira infusão de plasma convalescente em um paciente infectado com o novo coronavírus.

O Núcleo Estratégico de Enfrentamento à Covid-19 da Unimed JP é o responsável por este tipo de procedimento. “Este é um tratamento promissor no combate à doença. Os estudos apontam que o uso desta técnica diminui a replicação do vírus no paciente e seu sistema imunológico consegue responder melhor a agressão do vírus”, explicou o anestesiologista Gilvandro Lins, que integra o núcleo.

O plasma sanguíneo usado no paciente veio de uma parceria entre a Unimed JP e o Hemovida de Natal (RN). Nesta primeira infusão, dois homens, um de 55 anos e outro de 63, receberam cerca de 200 ml do plasma convalescente, cada um. A identidade do paciente que fez a doação do sangue é sigilosa, no entanto, é uma pessoa que teve exame confirmado para covid-19 e está sem sintomas há mais de 30 dias.

A Unimed JP tem investido fortemente em estudos e aplicações de novas tecnologias para cuidar dos seus clientes. O presidente do Conselho de Administração da Unimed João Pessoa, Gualter Ramalho, destacou o pioneirismo do projeto desenvolvido pelo Núcleo Estratégico de Enfrentamento à Covid da Cooperativa e os investimentos tecnológicos que vêm sendo feitos no enfrentamento à doença.

“Desde o início da pandemia, a Unimed JP tem buscado soluções inovadoras que estão sendo aplicadas nos melhores centros de medicina do mundo, a exemplo do uso de plasma de recuperados para tratar os pacientes infectados com o novo coronavírus. Tudo isso para dar o que há de melhor para nossos clientes”, declarou o presidente Gualter Ramalho.

ENTENDA O PROCESSO

O plasma é retirado do sangue doado por pacientes que já tiveram a covid-19 e não apresentem mais sintomas há 30 dias. A administração é feita através de infusão deste plasma contendo anticorpos de pacientes que já foram curados. Todo o processo é feito com equipamentos que protegem os profissionais envolvidos de contaminação.

Compartilhar

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.