Líderes do centrão dizem que reforma não vai tramitar no prazo do governo, mas ‘no que é possível’

Foto: Agência Senado
28 abr 2019

Do Painel da Folha de São Paulo:

Líderes de siglas de centro e centro-direita já falam abertamente que não estão dispostos a correr com as discussões da reforma da Previdência para atender o calendário do governo. “Não tem necessidade de votar a proposta de Bolsonaro em dois meses. O que temos que fazer é o possível. Usar o tempo máximo para discutir na comissão, com o máximo de pessoas que quiserem falar. Sem isso, não adianta. Vai chegar no plenário e não vai ter voto”, diz, sem rodeios, o líder do PP, Arthur Lira (AL).

Lira diz que as estimativas de quando e como a reforma será votada só têm servido “para dar dinheiro aos especuladores da Bolsa”.

Compartilhar

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.

Deixe uma resposta