Movimento Vem Pra Rua emite nota de repúdio contra ato de “furar os pixulecos”

22 out 2015

O movimento Vem Pra Rua emitiu nota de repúdio sobre o tumulto ocorrido ontem, em Natal,  no protesto pedindo impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Veja a nota na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO – NÓS NÃO VAMOS PARAR!

Sobre os incidentes ocorridos no dia de ontem na Praça de Mirassol, bem como seus desdobramentos na Delegacia de Plantão de Candelária, os movimentos abaixo assinados vêm a público apresentar os seguintes esclarecimentos.

A atitude de militantes do PT, do PC do B e da UJS de rasgarem os bonecos Pixuleko e Bandilma é absolutamente incompatível com a liberdade de expressão que caracteriza um estado democrático de direito. Trata-se de um ato não só de cerceamento do direito fundamental de expressão assegurado pela Constituição Federal, como também crime de dano previsto no artigo 163 do Código Penal.

Justamente por isso é que os autores do crime e seus comparsas foram presos e conduzidos à Delegacia de Plantão de Candelária e posteriormente ao Poder Judiciário, que são as instituições adequadas para punir condutas desta natureza.

Motivações políticas não amenizam nem justificam o crime ocorrido no dia de ontem. Pelo contrário. Daqueles que se dizem bem informados sobre a política espera-se que atuem dentro das regras do jogo democrático, o qual oferece e assegura meios adequados para a livre manifestação.

Daí porque os movimentos de rua repudiam, veementemente, a presença do deputado estadual Fernando Mineiro, do Secretário Estadual de Esporte, sr. George Câmara, e do vereador Cabo Jeoás na delegacia no momento em que a autoridade policial cuidava do caso, pois demonstram uma absurda cumplicidade com atos de todo reprováveis, pois passíveis de punição nas esferas criminal e cível, as quais já foram devidamente acionadas.

Os senhores acima nominados, como detentores de mandatos eletivos e ocupantes de cargos públicos, deveriam saber que a política se faz com persuasão e diálogo, e não com atos criminosos de vandalismo e intolerância, que revelam inclinações autoritárias e fascistas já bem evidentes nos militantes dos partidos que ainda apoiam o desastroso governo do PT.

Assim, diante do apoio descabido e não-republicano oferecido pelos senhores Fernando Mineiro, George Câmara e Cabo Jeoás aos criminosos, os movimentos de rua condenam, de forma contundente, essa postura inadequada e cúmplice com o crime, e espera que o povo potiguar, depois deste lamentável episódio, saiba distinguir os democratas dos verdadeiros fascistas, que vão às ruas não para exercer seu direito de cidadão, mas para depredar o patrimônio privado e tolher o exercício da liberdade de expressão que está na base de um regime democrático.

Informamos, por fim, que nada disso nos intimidará. Os bonecos serão consertados e continuaremos na luta, pois o que nos move é o desejo por um Brasil que respeite a Constituição e as leis, que preze pelo cidadão e pela democracia, que garanta a todos seus direitos fundamentais, e que seja, com a participação popular, um país melhor e livre de grupos autoritários que querem se apossar do Estado brasileiro para usá-lo contra o próprio povo.

Natal/RN, 22 de outubro de 2015

Força Democrática RN
Movimento Brasil Livre RN
Vem pra Rua RN
Vermelho Nunca Mais
Indignação Brasil
Frente Potiguar pela Liberdade

Compartilhar

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.

Deixe uma resposta