Pesquisa mostra que 77% dos brasileiros querem a cassação de Eduardo Cunha

Deputado federal Eduardo Cunha foto: Valter Campanato/Agência Brasil
10 Abr 2016

Pesquisa do Instituto Datafolha mostra que 77% dos brasileiros e brasileiras querem a cassação do mandado do deputado Eduardo Cunha (PMDB) que ocupa hoje a presidência da Câmara dos Deputados. O levantamento que mostra também que 11% são contrários à cassação e 9% não respoderam foi divulgado neste domingo (10/04) pelo jornal Folha de São Paulo. Na última pesquisa, realizada em março deste ano, 80% queriam a cassação do deputado e 8% eram contrários.

Além de ser réu na Operação Lava-Jato por corrupção e lavagem de dinheiro, Eduardo Cunha é investigado no Conselho de Ética da Câmara por quebra de decoro parlamentar. O parlamentar mentiu à CPI da Petrobras quando declarou não ter contas não declaradas no exterior. Ele foi denunciado no Supremo Tribunal Federal (STF) em um inquérito que aponta que ele é proprietário de contas secretas na Suíça.

Ontem, o Datafolha mostrou que 61% dos brasileiros querem o afastamento da presidente Dilma Rousseff. Nas pesquisas de intenções de voto para presidência da República, o instituto avaliou quatro cenários, com diferentes nomes de candidatos do PSDB, e Lula e Marina Silva lideram a disputa.

A pesquisa foi realizada nos dias 7 e 8 de abril, em 171 municípios, e ouviu 2.779 pessoas. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos. Os resultados podem exceder ou ficar abaixo dos 100% devido a arredondamentos, explicou o instituto de pesquisa.

share

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *